A função dos naninhas para os bebês


Sabe aquele "naninha" que é companhia inseparável da maioria dos pequenos até uma certa idade?

Você que tem ou teve criança pequena em casa deve lembrar disso.

Pode ser um paninho, fralda, bichinho de pelúcia ou tecido, brinquedo, cobertor e até um travesseiro. A criança se apega a este objeto e o usa, principalmente na hora de dormir.

São os chamados objetos transicionais.



Mas por que isso acontece? Qual o importância desse objeto para a criança?


Os objetos transicionais simbolizam a figura materna para o bebê, há uma associação com o colo e o aconchego. O objeto ajuda a criança no processo de construir sua identidade e de descobrir o mundo que o cerca.


Ele diminui a ansiedade do bebê nos momentos de separação da mãe, além de marcar uma fase importante do desenvolvimento psíquico. São os primeiros estágios de uso da ilusão, uma transição que abre caminho para o desenvolvimento da criatividade e da capacidade de brincar.


A escolha do objeto é pessoal, feita pelo criança.

Podemos oferecer opções, mas é a criança que vai criar vínculo com o objeto que lhe deixar mais confortável.

Também é bom lembrar que nem toda criança tem objeto de transição, e não há nada de errado nisso.


Um momento que gera dúvidas e até algumas choradeiras é a hora de lavar o objeto.

Como muitas vezes a criança se apega a um boneco, bichinho ou cobertor de pano, é natural que ele fique sujo.


É comum as crianças reclamarem quando o seu "naninha" é lavado ou precisa ser trocado em função do desgaste.

Apesar dos resmungos a recomendação é lavar, sempre que necessário. Como o objeto normalmente acompanha a rotina da criança, manter a higiene é essencial.

Se lavar já gera um certo tumulto, como fazer se o "naninha" estiver desgastado e precisar ser trocado?

É bom lembrar que não adianta querer outro objeto idêntico, pois o apego que a criança tem vai além da parte visual. É um conjunto de sensações que envolve o toque, o cheiro, a sensação que o objeto passa para ela.

Em ambos os casos é importante conversar com a criança e chegar a um acordo, para que ela se sinta segura e acolhida com o seu "naninha" lavado ou ao ter que escolher um novo companheiro.


E você, já passou por alguma dessas situações com os pequenos?

Conta aqui como foi.


Abraços

Carla Vieira

Mapa do Site

Ajuda

Siga a Maria Cotinha

@2017 por Maria Cotinha - Arte em Pano. Todos os direitos reservados.

Rua 15 de Setembro, 60 - Moinhos - Lajeado/RS - CEP: 95.901-030

CNPJ: 30.803.067/0001-25

0
  • Preto Ícone Facebook
  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Pinterest
  • Preto Ícone Twitter
  • Preto Ícone YouTube